quinta-feira, 13 de outubro de 2011

sobre um ceará e figueirense


era mais uma batalha duríssima contra um time nojento.

era mais um jogo de extrema importância para a nossa permanência na elite.

era mais uma partida em casa onde os três pontos deveriam ser obrigação.

mas infelizmente o nosso lateral direito foi marcar o gasparzinho e deixou o lateral esquerdo deles livre e desimpedido para estufar a rede do nosso querido fernando henrique.

e para o ceará virar uma partida que começa perdendo...

desde 2007, se isso aconteceu 5 vezes em campeonatos nacionais, foi demais.

e ainda mais com um grupo tão desanimado.

tão sem vontade.

mas ainda assim veio o empate.

num bom cruzamento do esforçado vicente, a bola encontrou a cabeça do estabanado washington e morreu no fundo do gol.

e veio o segundo tempo.

e, quem diria, o figueirense perdeu dois jogadores expulsos.

e, quem diria, nem assim o mais querido foi capaz de superar o time catarinense.

e, por incrível que pareça, não foi possível marcar sobre pressão uma equipe em ampla desvantagem.

e, por incrível que pareça, a ligação direta entre defesa e ataque era a arma mais usada pelo vozão.

e o juiz apitou.

e a situação mais uma vez se complicou.

em tempo: apesar do nosso péssimo resultado, mais um ponto de vantagem foi aberto em relação ao primeiro colocado da zona de rebaixamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário